Adeus Barriga

EU FUI GORDO 24 ANOS. QUER CONTINUAR SENDO?

Genética, Hereditariedade, Será?

Quem me conhece sabe como eu encaro isso e assim será até que me provem o contrário, no entanto lembrei-me de casos concretos, no seio da minha família.

Como sabem tenho a minha forma de encarar essa coisas e hj vou passear, vou ao passado e mostrar para vcs como isso não existe, eu não acredito e entendam porque. Essa Foto é da Pampilhosa da Serra, como o nome mesmo diz ela fica na serra, a foto de baixo é de Dornelas do Zezere a cidade natal de meu pai, nessa região de montanhas e onde o meio de transporte era o “S Pé 2” ou o cavalo nasceram e se criaram meus avós e seus irmãos, de Dornelas à Pampilhosa se não me falha a memória são cerca de 15 km. De SERRA e normalmente feitos a pé. Falo aqui de pessoas que conheci, de gente saudável e que tinha uma alimentação altamente calórica e eram esbeltos, não havia naqueles corpos gorduras. Assim como no de meu Pai quando por ali andava até aos seus 35 anos mais ou menos, depois veio a Moto havia 2 naquela época em Portugal e uma era a dele. A Alimentação continuou a mesma e a queima calórica diminuiu assustadoramente com isso veio a gordura. Agora vêem os especialistas de araque dizendo que é Hereditário…não, não é. Os costumes mudaram os meios de transporte evoluiram e eles mantiveram os mesmos hábitos alimentares, meu Pai aos 48 anos pesava 105 Kgrs.

Aqui é Dornelas a terra onde meu Pai nasceu e foi criado como vêem tem um rio e como tal altitude “0” o trafego entre aqui e lá era diário e o exercício contínuo. Nesse rio eu Aprendi a nadar aos 5 anos de idade já que meu Pai havia perdido um irmão que morrera afogado aí,por não saber nadar.

Como Vêem não há hereditariedade, o que há são maus hábitos alimentares ou hábitos não corrigidos de acordo com as mudanças de vida.

Outro exemplo de pessoas conhecidas, aqui é mais curiosidade: Conheci um casal que a esposa fazia um pernil assado como ninguém, e tinha uma peculiaridade, ela cortava a ponta do pernil sempre que o colocava na assadeira. Perguntei, porque vc faz isso? ao que ela respondeu, não sei, minha mãe fazia assim. Um dia calhou de estarmos eu o casal e a mãe da senhora, e ela cortou a ponta do pernil e eu perguntou para a mãe: Porque a senhora cortava a ponta do pernil? “não sei, minha mãe fazia assim”, reparem aqui estava a filha e a mãe as duas faziam algo automático a culpa era da mãe, graças a Deus a avó da primeira era viva e resolvemos levar o assunto adiante, ligamos para a senhora e a filha pergunta à mãe: Mãe, porque a senhora cortava aponta da perna do pernil? Resposta: ele não cabia na minha assadeira então eu cortava.Temos aqui três gerações das quais duas faziam algo que não tinham a menor idéia do porque. Assim é com a alimentação.

TOME PORTANTO AS RÉDEAS DE SUA VIDA E DE SEUS CARDÁPIOS…. SUCESSO BOM FIM DE SEMANA.

Anúncios

19/09/2010 Posted by | Alimentação, Exercícios, Gordura | , | Deixe um comentário